Ontem chorei. Por tudo que fomos. Por tudo o que não conseguimos ser. Por tudo que se perdeu. Por termos nos perdido. Pelo que queríamos que fosse e não foi. Pela renúncia. Por valores não dados. Por erros cometidos. Acertos não comemorados. Palavras dissipadas.Versos brancos. Chorei pela guerra cotidiana. Pelas tentativas de sobrevivência. Pelos apelos de paz não atendidos. Pelo amor derramado. Pelo amor ofendido e aprisionado. Pelo amor perdido. Pelo respeito empoeirado em cima da estante. Pelo carinho esquecido junto das cartas envelhecidas no guarda-roupa. Pelos sonhos desafinados, estremecidos e adiados. Pela culpa. Toda a culpa. Minha. Sua. Nossa culpa. Por tudo que foi e voou. E não volta mais, pois que hoje já é outro dia.

 - Caio Fernando Abreu. (via acrescentada)
57,474 notes   •   September 27 2014, 10:08 AM   •   VIA   •   SOURCE

Amar… Também é deixar ir. Mesmo que doa.

 - Maike K.  (via subtraido)
40,996 notes   •   September 27 2014, 10:08 AM   •   VIA   •   SOURCE
8,455 notes   •   September 27 2014, 10:08 AM   •   VIA   •   SOURCE

Tem dias que só o que eu quero é ficar sozinho, sem conversas, sem ninguém, ouvindo minhas músicas preferidas, numa quietude que me faz bem e que me dá sossego. Ás vezes o que eu só preciso é paz-na-alma, um tempo de tudo, sabe? Refletindo sobre a minha vida, conversando comigo mesmo. Mas isso, é claro, de vez em quando, porque solidão em excesso faz mal.

 - Marcello Henrique (via perenar)
13,567 notes   •   September 27 2014, 10:08 AM   •   VIA   •   SOURCE

Minha pergunta é: Por que as pessoas boas se dão mal na vida?

 - Quem é você, Alasca?  (via alentador)
56,602 notes   •   September 27 2014, 10:07 AM   •   VIA   •   SOURCE
1,261 notes   •   September 27 2014, 10:07 AM   •   VIA   •   SOURCE
991 notes   •   September 27 2014, 10:06 AM   •   VIA   •   SOURCE

Às vezes, eu fico listando mentalmente todas as partes de você. Todas, das mais desprotegidas às mais sombrias. Não há nada que eu possa não gostar. É incrível.

 - Gabito Nunes.  (via prestigiador)
7,798 notes   •   September 27 2014, 10:06 AM   •   VIA   •   SOURCE

Esse frio na barriga talvez seja só a coragem esfriando seus medos.

 - Eu me chamo Antônio.  (via acrescentada)
24,164 notes   •   September 27 2014, 10:05 AM   •   VIA   •   SOURCE
28,169 notes   •   September 27 2014, 10:05 AM   •   VIA   •   SOURCE
1,144 notes   •   September 27 2014, 10:05 AM   •   VIA   •   SOURCE
658 notes   •   September 27 2014, 10:05 AM   •   VIA   •   SOURCE
1,154 notes   •   September 27 2014, 10:04 AM   •   VIA   •   SOURCE